6 de novembro de 2018 Rogério Minhano

Seu hostel, sua equipe e sua chance de ter um business que funciona

No artigo de hoje eu quero tocar em um ponto muito profundo do hosteleiro. Sua equipe.

De maneira geral, todo dono de hostel se apoia em um grupo de pessoas que o ajudam a tornar o seu business uma coisa real. São os recepcionistas, as pessoas que fazem a limpeza, aquele amigo da manutenção, o menino da padaria que traz o pão sempre na mesma hora, os voluntários e por aí vai… Sejamos humildes: essas pessoas são as verdadeiras responsáveis pelo negócio existir. Não sei se você já passou pela situação de ficar sem ninguém para ajudar na limpeza, sem recepcionista e sem alguém no café da manhã, tudo no mesmo dia. Eu já. Hóspedes chegando, eu sozinho no hostel para servir o café, limpar o que der e fazer check-outs. Essa não foi a única situação bizarra, muito pelo contrário, foram várias e sempre que sento para conversar com outro hosteleiro escuto histórias mais loucas que as minhas. São dias traumáticos que servem para testar nossa capacidade de superar e aprender com os erros. A única coisa que conectava os pontos entre todas essas situações era ter ou não ter uma boa equipe. Não é verdade que quando a equipe está boa, azeitadinha e com todos sabendo exatamente o que devem fazer que as coisas funcionam melhor? Claro que é! E equipe de hostel tem uma característica muito forte de estar sempre mudando. Trocam-se os voluntários, os recepcionistas e auxiliares de limpeza a toda hora. Por essa e outras razões você deve ser muito focado em construir uma cultura de pró-atividade entre os seus. Mas como alcançar isso?

Durante a minha experiência empírica com as várias equipes que já trabalhei aprendi que grupos menores e com uma concentração maior de tarefas entre as pessoas funcionam muito melhor do que grupos maiores com várias pessoas de pouca responsabilidade. Quanto mais gente, mais chance de erro, mais gerenciamento, mais follow up. Tão importante quanto o tamanho da equipe é o investimento nos relacionamentos de longo prazo com as  pessoas que integram seu time. Nós, e aqui me refiro a cada pessoa do time, levamos tempo para entender profundamente o nosso dever. Se você não der o tempo necessário para as pessoas se desenvolverem, você não terá resultado. Tenha paciência e monitore a evolução de cada um. Por último e talvez o mais importante, nós precisamos desenvolver em nós mesmos a capacidade de entender quem são as pessoas que trabalham conosco. Experiências, gostos, aptidões e suas narrativas (eu sou isso, busco aquilo, vim de tal lugar, etc.). A partir disso, devemos ser transparentes no que esperamos e claros no motivo de cada tarefa.  Foi assim que tive sucesso com as equipes que gerenciei quando era funcionário, foi assim nas muitas que tive como dono de hostel e está sendo assim na hqbeds. Nunca esqueça de dizer claramente que é dela a responsabilidade de execução. Crie nela a responsabilidade pela existência daquela parte do negócio! E porque ela gosta do trabalho e, consequentemente, do negócio, ela estará disposta a continuar a cumprir seu papel mesmo que você não esteja lá.

Abrir um business, seja ele qual for, é uma coisa que muda você na força bruta. Ou ele funciona ou ele não funciona. Essa é a face mais cruel da vida do empreendedor e certamente a nossa maior luta, dormir e acordar pensando no negócio. Ser capaz de conduzir uma equipe é fundamental para você ter sucesso na caminhada. É por isso que você precisa de um bom PMS e aproveitar de todas as integrações e automações de tarefas possíveis. Para poder se concentrar no que é mais importante: ter um business que funciona. Nós da hqbeds estamos aqui para ajudar você.

About the Author

Rogério Minhano
Rogério Minhano Empreendedor, viajante, programador, sócio do Café Hostel e co-fundador da hqbeds. Nada melhor que uma boa conversa e uma cerveja gelada.

Comments (2)

  1. Avatar
    Maria celia

    Excelente post. Creio que a parte que se refere à condução de equipe seja a mais delicada e exaustiva possível. É difícil fazer com que pensem coletivo. Por mais que deixemos bem claro que isso é o mais importante.
    Parabéns pelo post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 5 =