1 de março de 2019 Maira Carvalho

Redes sociais são o novo Google. Entenda como aparecer nas buscas

Cada vez mais pessoas usam redes sociais para fazer buscas locais – descobrir o cardápio de um restaurante, quais as festas do fim de semana, se aquela loja tem alguma promoção, e por aí vai. Um dos objetivos do Facebook é abocanhar cada vez mais funções dos mecanismos de pesquisa.

Isso significa que as redes sociais se tornarão cada vez mais importantes para seu hostel, pousada ou hotel ser descoberto e atrair mais hóspedes. Mas como fazer isso? A resposta não é postar loucamente, nem pedir para toda a família e amigos curtir o seu hostel no Facebook, nem seguir 800 pessoas em 2 dias e rezar para seguirem de volta.

É mais simples que parece. Siga os passos a seguir e sua propriedade terá um perfil robusto e atraente tanto para potenciais hóspedes e apaixonados por viagens quanto para os algoritmos do Facebook e do Instagram.

1. As informações básicas devem sempre estar atualizadas.

Parece óbvio? Não é. Pense na experiência do seu potencial hóspede. Imagine ter que entrar no Facebook para ver algumas informações, no Instagram para ver as festas e o telefone no Google estar desatualizado? Que confusão! Quando as pessoas encontrarem o perfil do seu negócio no Facebook, o que vão ver por lá?

Pare o que você está fazendo e veja item por item desse checklist inicial para as redes sociais de propriedades de turismo:

  • Seu perfil no Instagram já foi transformado em perfil comercial?
  • Esse perfil tem telefone, e-mail e como checar configurados corretamente? Se sim, vão aparecer esses 3 botões no perfil da sua propriedade. Se você já tiver colocado as informações, clique em cada um dos botões para ver se vão para o lugar certo.
photo5161617634372986875.jpg
  • Seu perfil no Instagram tem destaques com informações importantes como amenidades oferecidas, próximos eventos, ou como chegar do aeroporto?
  • A descrição do Instagram tem a cara do seu negócio e diz qual é o estilo da sua propriedade?
  • Você usa uma página ou um perfil no Facebook? Transforme o perfil em página, se ainda não tiver feito. Só assim você poderá ver as estatísticas de quem interage com seu negócio e patrocinar posts.
  • Você colocou seu endereço, horário de funcionamento, telefone, faixa de preço e e-mail?
  • Sua foto de capa ainda é da Copa de 2014? Que tal trocar para uma foto legal da última festinha que rolou por aí?

Pronto. Você deu o primeiro passo e arrumou a casa. Avante!

2. Seu perfil deve ter postagens variadas e recentes.

Quem entra no seu perfil está tentando conhecer a sua propriedade. Qual a impressão que essa pessoa terá: um lugar interessante e cheio de vida ou um deserto com uma postagem de um Happy Hour em 2015? Se a sua última postagem foi há seis meses, será que seu hostel ainda está aberto ou fechou?

Um bom perfil de empresa no Instagram não precisa postar todo dia, nem mais de uma vez ao dia. Mas precisa postar sempre.

Pense com cuidado quantas vezes por semana é viável para você e sua equipe postarem nas redes sociais, sem desespero. Duas vezes por semana? Uma vez por semana? Já é suficiente. Mas tenha esse compromisso de postar sempre, com regularidade. Passar de 4 posts em uma semana para nenhum na outra é muito pior, aos olhos dos algoritmos, do que manter um ritmo constante de 2 posts por semana.

Além disso, aposte em conteúdos e formatos variados! Seu perfil se tornará mais interessante para visitantes, os algoritmos do Facebook e do Instagram valorizam variedade, e isso se traduzirá em mais comentários e curtidas. Veja algumas sugestões de conteúdos para hostels, pousadas e hotéis:

  • Fotos da sua propriedade (com e sem pessoas interagindo): quartos, áreas comuns, café da manhã, closeup nas decorações descoladas;
  • Timelapse do seu café da manhã, com as pessoas animadas, sonolentas ou famintas indo e vindo;
  • Fotos ou vídeos de pessoas interessantes e suas histórias, suas viagens, e porque estão ali;
  • Use a função boomerang ou rebobinar para gravar de alguém numa festa levantando o copo de cerveja, dando um passinho de samba, ou rindo junto com os amigos;
  • Vídeos curtos de alguém tocando um instrumento, como um violão,
  • Divulgação de eventos futuros (Happy Hours, festas temáticas, etc)
  • Divulgação de iniciativas com parceiros;
  • Fotos ou vídeos da vista da sua propriedade;
  • Fotos ou vídeos de eventos, atrações turísticas, restaurante e tudo que for legal na sua cidade e arredores.

Essas são apenas algumas ideias. O importante é você mostrar de maneira mais completa possível o que sua propriedade oferece!

3. Seus posts devem usar palavras-chave e hashtags de maneira estratégica.

O que é uma palavra-chave? É a tradução de keyword, que descreve as expressões que usamos para fazer buscas. Por exemplo, “hostels em ilha bela” é uma palavra chave, assim como “hostels baratos em SP”, “melhores hostels de Salvador”, e por aí vai.

Muitas pessoas não sabem, mas posts individuais no Facebook e Instagram também aparecem no Google. Além disso, essas redes sociais usam parâmetros semelhantes ao Google quando você faz buscas, tentando mostrar o que é mais relevante para você, e também usam palavras-chave como critério.

Incorpore as palavras-chave no texto das suas publicações de maneira natural. Não precisa forçar a barra, o ideal é que quem veja seus posts nem perceba – apenas o Google e as redes sociais. Tenha foco: escolha uma palavra-chave por post, relacionada ao assunto que você está abordando.
As hashtags organizam a informação nas redes sociais. São importantes para seu perfil ser descoberto por outras pessoas já interessadas no assunto, que podem buscar coisas como “viagens”, “turismo ecológico”, “hostel” e esbarrar com a sua propriedade. Além disso, as próprias redes sociais usam como referência na hora de sugerir postagens ou perfis semelhantes – se o usuário curte e interage com perfis que falam de viagens, mochileiros e etc, também poderá se interessar pelo seu negócio, se as hashtags forem semelhantes. São tão importantes que hoje em dia o Instagram permite que você siga hashtags!

Use de 2 a 5 hashtags relevantes por post. Caso você use hashtags em excesso, o algoritmo interpretará como spam e desvalorizará seu post no feed dos seus seguidores. No caso de hashtags que não se relacionem diretamente com o post, ela será mal recebida pelos usuários, e o algoritmo também desvalorizará a publicação – afinal, imagine estar buscando por passeios em Jericoacoara e dar de cara com uma foto de misto quente? Que chato!

Agora é com você. Como está o perfil da sua propriedade? Comente com o seu post mais popular e vamos ter ideias juntos!

Tagged: , , , , ,

About the Author

Maira Carvalho
Maira Carvalho Consultora de marketing, apaixonada pelo digital e comediante de boteco. Acredita em compartilhar conhecimento pra pensar junto. Na hqbeds, veio falar de marketing digital, redes sociais, empreendedorismo e inovação.

Comment (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =