14 de setembro de 2018 Rogério Minhano

A venda do Café Hostel é o ínicio de um novo ciclo da hqbeds

Há cinco anos atrás o Café Hostel completava seu mês inaugural com incríveis 11,6% de ocupação. As instalações ficavam cada dia mais prontas. César e eu não parávamos de comprar coisas e instalar nos quartos, sala e áreas de convívio. Foi um momento especial para nós porque todo o processo de aluguel da casa, obras, melhorias, projeto, tudo aquilo havia demandado muita energia e empenho, e ver o hostel funcionando era um alívio. A casa já era legal antes de alugarmos. Um sobradão em área nobre típico da década de 60 com quartos grandes, sala, ante-sala e quintal. Era exatamente o que buscávamos e o nosso projeto tornou tudo melhor. Poucos projetos de adaptação de uma casa familiar em um hostel aproveitou tão bem os espaços quanto o projeto do Café Hostel. Para tornar tudo ainda melhor, nossa localização é matadora. Pessoalmente, a Vila Madalena é o bairro que eu mais gosto na cidade. As pessoas de lá têm uma vibração diferente, aquele bairro é especial.

A luta para fazer a empresa não apenas existir, mas crescer e prosperar, foi tremenda. Nos últimos cinco anos, todos os dias, o hostel tomou parte da minha capacidade e esforço mental. Há tempos não sou o dono de hostel presente que o Café merece. Há tempos esse processo de transferência de responsabilidade vem ocorrendo e, confesso, nos últimos meses, Luís e Karina tomaram conta do hostel por completo. Digo isso com felicidade no peito porque ambos chegaram lá sem saber nada de hostel. Eles tinham alguma experiência em outros lugares, mas foi o Café que formou suas mentalidades e deu a eles a vivência necessária para chegar aqui. Ambos entraram como voluntários que vinham para São Paulo em busca de algo de novo. Lá no Café eles aprenderam o dia a dia de um hostel, criaram raízes e estão crescendo.

Nos últimos dias nós fechamos esse ciclo e o hostel acaba de ser vendido. Luís de Lyon, nosso amigo e parceiro de todas as horas comprou nossa parte e a partir de agora é o responsável legal pela empresa. Fazendo uma retrospectiva rápida da história, nós iniciamos o ano de 2016 em uma encruzilhada. A hqbeds a cada dia tomava mais corpo e exigia cada vez mais nossa concentração e dedicação. Para tornar possível a condução das duas empresas ao mesmo tempo, nós iniciamos um processo de conscientização e empoderamento de nossos funcionários. Luís e Karina eram nossos principais recepcionistas e a nossa aposta era a de que eles, juntos, se completariam e dariam conta de manter tudo funcionando. De lá para cá, mês a mês, ambos foram ganhando mais responsabilidade, tarimba, jeito e confiança. Sempre acreditei que trabalhar o pensamento em equipe é a chave: ter um sonho, montar um plano para alcançá-lo, compartilhar esse sonho com seus pares e trabalhar para torná-lo realidade. Separar tarefas e mandar nas pessoas, mesmo que funcione por um tempo, não cria raízes fortes o suficiente para suportar as tretas do caminho. Nós tínhamos um sonho! Nós queríamos tornar nossa trajetória uma realidade. Luís e Karina nos deram um suporte enorme e isso eu nunca vou esquecer.

César e eu, cada um do seu jeito, amamos o que fazemos. Pessoalmente, eu acho a hqbeds o projeto mais interessante que já desenvolvi na vida. Agora nós temos um novo caminho para percorrer e o que me faz acreditar num futuro próspero é que já não somos apenas nós dois. Não estamos mais sozinhos na floresta escura e com apenas uma faquinha do rambo na mão. Existe uma equipe de profissionais conosco e é com eles que travaremos as próximas batalhas. A venda do Café serve a dois propósitos: o primeiro é abrir caminho para Luís e Karina. A partir de agora eles andarão sozinhos. O segundo é fazer com que aquela fome de trabalho, uma vontade imensa de fazer acontecer, volte a ser o centro da nossa mentalidade empreendedora.

Com todo o pensamento positivo que consigo ter, desejo que o Café siga forte e torne suas raízes cada vez mais firmes na nossa cidade.

Boa sorte Luís e Karina.

About the Author

Rogério Minhano
Rogério Minhano Empreendedor, viajante, programador, sócio do Café Hostel e co-fundador da hqbeds. Nada melhor que uma boa conversa e uma cerveja gelada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 20 =